Buscar
  • Zampronio

Por que padronizar os grãos?

Atualizado: Mar 11


Os grãos, quando armazenados por algum tempo, vão perdendo umidade, o que acarreta prejuízo ao vendedor. O mercado paga pelo grão com percentagem de umidade de 14%, se estiver mais seco, este grão fica mais leve e resulta maior volume de grão pelo mesmo peso. Não há compensação no preço pago.





Numa carga de grãos, por exemplo, a cada 100.000 toneladas de soja armazenada com 14% b.u., a 30°C por 365 dias terá uma perda pela umidade de 1.882,31/ton. Se estiver mais úmido, é pago valor menor ao vendedor.


Para não haver prejuízo ao vendedor, a solução é padronizar os grãos em 14% de umidade.


Quando o produto se destina ao plantio, sementes fora do tamanho (pequenas) não são danosas em si, porém exercem grande influência sobre o fluxo das sementes nas semeadoras, causando transtornos na germinação e emergência de plântulas no campo. Já para consumo (grão), um produto padronizado terá maior facilidade para venda, com preços mais elevados.


As principais máquinas são a máquina de ar e peneira, que realiza a limpeza de acordo com o comprimento e a espessura do grão, e a mesa gravitacional ou densimétrica, que separa sementes atacadas por insetos, deterioradas, chochas e/ou imaturas das sementes inteiras de boa qualidade de acordo com o peso específico.


10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo